União das Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras

Associação de Moradores da Torregela com espaço requalificado

Associação de Moradores da Torregela com espaço requalificado

O bairro da Torregela conta, a partir de agora, com o espaço exterior da Associação de Moradores requalificado. Esta obra permitiu a criação de uma zona de estacionamento e outra de lazer para todos os que queiram disfrutar do novo espaço.

Ao fim de vários anos, a Associação de Moradores do Bairro da Torregela pode finalmente abrir a sua sede social o que, obviamente, possibilita uma maior e melhor atividade social, recreativa e de lazer, contribuindo também para a afirmação do seu papel estruturante na comunidade.

O melhoramento dos espaços exteriores resultou da colaboração da União das Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras e da Câmara Municipal de Évora, numa relação em que a União das Freguesias assegurou a mão-de-obra e a Câmara Municipal todos os materiais necessários, bem como o respectivo acompanhamento técnico da obra.

O momento para assinalar a conclusão da obra decorrerá no dia 10 de Setembro, pelas 10 horas, e contará com a participação da Banda Filarmónica “24 de Junho” de S. Miguel de Machede, integrando o arraial popular organizado por aquela Associação de Moradores.

 

 

2 Comentários

  1. Gilberto Costelas 12/09/2016 Reply

    Antes de mais contragular a União de freguesias, Câmara e a Associação de moradores por esta concretização, fica o meu comentário apenas a algumas situações a corrigir na obra referida: primeiro, e bem, foi previsto lugar para utentes de mobilidade condicionada no estacionamento, devendo o mesmo ser devidamente identificado com sinalização própria para evitar abusos, verifica-se no entanto que a rampa de acesso do lugar de estacionamento ao passeio, é apenas a largura do lancil, não respeitando este as condições legais de acesso a utentes de mobilidade condicionada, nomeadamente de inclinação máxima, agravando ainda a situação este acesso encontra-se previsto mesmo em frente de uma das caldeiras das árvores, a cerca de 0,60 m, o que torna perigosa a sua utilização. Considerando ainda que como o perfil natural do terreno era mais baixo não foi compensada a altura nas caldeiras, estando as mesmas a uma profundidade excessiva, bastando apenas aterrar com terra de sementeira o que falta até perto do limite superior da caldeira, tornando a sua utilização perigosa.
    Faltou ainda reforçar a iluminação exterior nesta zona e parece-me também o escoamento das águas superficiais, uma vez que não foi previsto qualquer sumidouro ligado às águas pluviais, o que se reflete por exemplo em período de chuvas no acréscimo de volume de águas na interseção entre a Rua do Alvito e a Rua de Ourique onde confluem as águas superficias provenientes desta zona e que se encaminham para a ribeira, tendo à cerca de 2 anos provocado inundações na área.

    De qualquer forma apesar de a obra apresentar situações a corrigir e algumas insuficiências de planeamento, era uma obra que se justificava e compreende-se em contexto de crise algumas insuficiências que apresenta, devendo estas no futuro ser resolvidas.

  2. Author
    União de Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras 18/09/2016 Reply

    Boa Tarde,

    Agradecemos o conjunto de observações que nos coloca e informamos que iremos avaliar a situação com os técnicos responsáveis pela obra e proceder em consonância com as respectivas conclusões.

    Com os melhores cumprimentos,

    José Russo
    (Presidente da Junta de Freguesia)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>